18 de nov de 2015

Corpo de suspeito de atacar presídio é encontrado


Policiais civis da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) em conjunto com policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE), localizaram na manhã desta quarta-feira (18), o corpo de um homem suspeito de ser um dos criminosos que tentaram resgatar presos do Centro de Recuperação Regional do Pará II (CRPP II), no distrito de Americano, em Santa Izabel do Pará, no último dia 12.

O cadáver, já em estado de decomposição, foi localizado durante uma varredura feita pelos policiais na área onde ocorreu a troca de tiros entre o grupo criminoso e a guarnição da Polícia Militar responsável pela guarda penitenciária. 

Segundo o delegado Tiago Dias, da DRFR, o corpo estava dentro da mata fechada, a mais de 50 metros de distância da rodovia BR-316. O policial civil explica que as Polícias Civil e Militar realizavam um levantamento na área onde ocorreu a troca de tiros, quando, no final da manhã, ao entrar na área, depararam-se com o cadáver.

O homem morto apresentava perfurações características de tiros, estava vestido, com camisa e calças, e usava um capuz tipo "touca ninja", que encobre o rosto deixando apenas os olhos à mostra. 

Próximo ao corpo, munições de arma de fogo foram encontradas, mas nenhuma foi localizada até o momento. O delegado acionou apoio da Diretoria de Polícia Especializada da Polícia Civil, para requisitar ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves a perícia do local e a remoção do corpo.

O levantamento feito na área faz parte do inquérito policial instaurado pelo delegado para investigar as circunstâncias da tentativa de resgate de presidiários, que resultou em troca de tiros, e em consequente morte de duas mulheres, de origem japonesa, e do baleamento de uma terceira pessoa, que trafegavam em um carro particular pela rodovia no momento do confronto armado. 

Dol