Democracia ? Governo Dilma aumenta a multa de caminhoneiros

O protesto dos caminhoneiros contra a presidente Dilma Rousseff entra no seu terceiro dia de greve nesta quarta-feira. Segundo o último boletim divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), as manifestações acontecem em pelo menos seis Estados - Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. A mobilização é menor do que a vista nos últimos dias. Na segunda-feira, os protestos atingiram 14 Estados.
Diante da pauta pró-impeachment, o governo intensificou a ofensiva contra o grupo de caminhoneiros, que é desvinculado dos sindicatos da categoria. Por meio de uma Medida Provisória publicada hoje, os motoristas de caminhões que fecharem as vias estarão sujeitos a uma multa de 5.746 reais - antes era de 915 reais. Para os organizadores dos bloqueios, a sanção é de 19.154 reais. A presidente Dilma Rousseff taxou as paralisações de "criminosas" e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal atue "com vigor" e use o "efetivo necessário" para impedir as interdições.
Segundo um dos líderes dos caminhoneiros Ivar Luiz Shimidt, o objetivo principal era mobilizar a população a pedir a renúncia da presidente Dilma e engrossar a manifestação pró-impeachment marcada para este domingo, em Brasília. No entanto, diante da fraca adesão popular, ele disse que o grupo iria se concentrar nas pautas espefícificas da categoria, como a instituição do frete mínimo e redução do preço do óleo diesel.
Confira onde estão acontecendo as manifestações de caminhoneiros, de acordo com Polícia Rodoviária Federal (PRF):
Publicidade

Santa Catarina - Há interdição apenas na BR 116, quilômetro 54, na altura da cidade de Papanduva.
Tocantins - Manifestantes bloquearam a BR 242, quilômetro 5, na cidade de Taguatinga; e a BR 153, no quilômetro 240, no município de Colinas do Tocantins.
Mato Grosso do Sul - Na cidade de Confresa, motoristas protestam, sem interdição, no quilômetro 364 da BR 267.
Minas Gerais - Em João Monlevade, na BR 381, quilômetro 359 o bloqueio é parcial, ou seja, veículos de passeio e ambulâncias estão liberados para passagem.
Rio Grande do Sul - Caminhoneiros estão protestando sem bloquear a passagem, em três pontos na BR 285, do quilômetro 337 ao 497. Também há manifestantes na BR 392, nos quilômetros 297,9 e 717; na BR 472, no quilômetro 155,5, em Santa Rosa; além da BR 158, no quilômetro 265,8, em Júlio de Castilhos.
Mato Grosso do Sul - Na cidade de Confresa, motoristas protestam, sem interdição, no quilômetro 364 da BR 267.

Veja

Postagens mais visitadas deste blog

Paola Carosella dá bronca polêmica em participante do MasterChef

Depois da comemoração, o que acontece com a taça da Copa do Mundo

Inhame o alimento é aliado das mulheres

Tive que fazer meu sequestrador se apaixonar por mim

Adrenalina e calma: modelo conta como escapou de mordida de tubarão

Brasileira leva filho a hospital e encontra marido morto ao voltar para casa