Médico afirma que Michael Jackson foi castrado pelo pai


Duas semanas após sua morte, o nome de Joe Jackson, pai de Michael Jackson, está no centro de mais um escândalo. Segundo o médico Conrad Murray, o patriarca da família Jackson teria castrado Michael quimicamente. A acusação foi feita através de um vídeo publicado pelo site The Blast.

De acordo com Murray, a castração foi feita na infância, para que o astro mantivesse a voz aguda mesmo após tornar-se adulto. Na Itália, diversos cantores de ópera foram submetidos a essa prática cruel até o início do século 20. Tais artistas eram conhecidos como castrati.

Não é primeira vez que Joe é acusado de ter sido um péssimo pai. Ele foi responsável por alavancar os Jackson 5 e os membros do grupo já falaram publicamente sobre os maus tratos cometidos pelo pai em nome do sucesso deles.

O próprio Conrad Murray já havia dito que Joe “foi um dos piores pais da história”. Mesmo assim, essa nova acusação é a mais pesada de todas até o momento. 

Murray é cardiologista e foi o médico pessoal de Michael durante anos. Em 2011, ele foi condenado pelo homicídio culposo (quando não há intensão de matar) do astro. Era Murray quem ministrava os remédios de Michael e ele veio a falecer por causa de uma dose excessiva de propofol (um medicamento para insônia), em 2009. 

Fonte:mdemulher.abril.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paola Carosella dá bronca polêmica em participante do MasterChef

Depois da comemoração, o que acontece com a taça da Copa do Mundo

Inhame o alimento é aliado das mulheres

Tive que fazer meu sequestrador se apaixonar por mim

Adrenalina e calma: modelo conta como escapou de mordida de tubarão

Brasileira leva filho a hospital e encontra marido morto ao voltar para casa