Portal de notícias que podem ser compartilhadas no Facebook, Twiter whatsapp e outras redes sociais.

6 de jul de 2018

Russos transformam torcedor brasileiro em seu meme na Copa

Os brasileiros adotaram um russo como um dos símbolos da torcida verde-amarela na busca pelo hexa. Morador de Samara, Yuri Torsky virou sensação nas redes sociais, ganhou o apelido de 'Psicopata do Hexa' e protagonizou diversos memes. E parece que os anfitriões da Copa do Mundo resolveram retribuir a brincadeira. Agora é um torcedor brasileiro quem virou celebridade no país-sede, com direito a participações em programas de TV, camisetas e até tatuagens em locais indiscretos.


Tomer Savoia é um jornalista que foi cobrir a competição na visão de um torcedor. E seu entusiasmo pelas ruas de Rostov, registrado em um vídeo na Rússia, fez com que se tornasse uma celebridade. Ele aprendeu a falar algumas palavras em russo e foi flagrado gritando: “o Brasil vai ser campeão e a Rússia é do c..., meu irmão!". A reação ao gritar o palavrão virou meme e ganhou uma legião de fãs.

Desde então, ele deu entrevistas para emissoras do país do Mundial, participou de um show de G-Gun, um rapper famoso na Rússia, ganhou camisetas com o meme e até virou tatuagem em lugares inusitados.

Uma fã, por exemplo, tatuou o meme de Tomer Savoia em uma de suas nádegas. Outro torcedor desenhou-o em sua perna. Sua conta nas redes sociais precisou até a ser verificada, porque ganhou milhares de seguidores de repente. Hoje ele soma 263 mil.



Não para por aí. Os russos gostam tanto de Tomer que já fizeram uma petição na Rússia para que o governo do país dê a cidadania russa a ele. Além disso, o brasileiro já estrelou propagandas para uma empresa de telefonia russa.

Nesta sexta-feira (6), dia do duelo entre Brasil e Bélgica pelas quartas de final da Copa, aconteceu uma reunião de memes. Tomer participou de um encontro que contou com o Canarinho Pistola e Yuri Torsky, o russo que virou celebridade no Brasil. Tudo foi registrado pela CBF em suas contas nas redes sociais.

Fonte: Uol