Portal de notícias que podem ser compartilhadas no Facebook, Twiter whatsapp e outras redes sociais.

28 de jul de 2018

Youtuber relata ter feito sexo com a ex-namorada sem consentimento e causa revolta


Nesta sexta-feira, 27, começou a circular nas redes sociais um vídeo do youtuber Everson Zoio intitulado "o dia que fui dormir na fazenda com minha ex-namorada", no qual ele relata como fez sexo com ela enquanto ela estava dormindo, claramente sem consentimento, mesmo após ela ter dito que não queria. 

O vídeo foi publicado no YouTube em 2017, e aparentemente passou despercebido na época. Hoje, ele foi compartilhado no Twitter junto a acusações de estupro e teve grande repercussão negativa, e horas depois foi apagado do canal de Everson, que tem mais de 9 milhões de inscritos.

No vídeo, Everson conta o caso do sexo não consentido para três amigos, que dão risada da história e até aplaudem em certo momento. O youtuber conta que estava na cama com a então namorada e ela disse que "não ia rolar nada porque estava cansada". Entretanto, ele conta que, quando ela dormiu, ele tirou seu pijama e começou o ato sexual.

Em determinado momento, um dos amigos pergunta: "Ela não percebeu?", ao que Everson responde: "Não". O ato sexual prosseguiu, segundo o que Everson conta no vídeo, até que a moça acordou.


Everson Zoio virou um dos tópicos mais comentados do Twitter brasileiro nesta sexta e internautas estão acusando-o de estupro. Depois disso, alguns perfis publicaram outro vídeo dele, de 2015, em que ele relata um caso semelhante, de uma moça que estava dormindo ao lado dele quando ele resolveu tirar o pijama dela e começar o ato sexual.





Procurado pelo E+, Everson ainda não retornou o contato.

O YouTube Brasil disse, em nota, que "não comenta casos específicos" e não respondeu se o vídeo foi apagado pelo próprio dono do canal ou após denúncias de usuários.

Após o vídeo vir à tona, o Curitiba Social Mix, um evento com palestras e workshops com criadores de conteúdo e personalidades das redes sociais anunciou que cancelou a participação do youtuber no evento. "O Curitiba Social Mix repudia veementemente qualquer forma de violência às mulheres", informou no Twitter.